Menu

Noticias

Penhora on-line

A 17ª câmara de Direito Privado do TJ/SP reformou despacho e deferiu pedido de reiteração de tentativa de penhora "on-line" em uma execução por quantia certa contra devedor solvente. Relator, o desembargador Paulo Pastore Filho pontuou que "o Poder Judiciário tem o dever de satisfação dos direitos das partes quando chamado para tal, e o processo, como serviço público, deve primar pela prática dos atos necessários para a pronta solução do conflito e, portanto, o procedimento buscado é do interesse da Justiça."